Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Prefeitura de Florianópolis divulga informações sobre edital de estacionamento rotativo

Publicação do documento completo deve ocorrer na próxima segunda-feira (21). Abertura de envelopes ocorre em 22 de novembro. Estacionamento rotativo Florianópolis Anne Caroline Anderson/PMF/Divulgação A Prefeitura de Florianópolis divulgou nesta sexta-feira (18) no Diário Oficial do município informações sobre o edital para contratar uma empresa para administrar o estacionamento público rotativo da cidade. A publicação do documento completo deve ocorrer na segunda-feira (21). A abertura dos envelopes com as propostas dos candidatos ocorre em 22 de novembro. O tipo de modalidade da concorrência será menor preço global. A empresa que vencer será responsável pela informatização do sistema do estacionamento rotativo, emissão dos autos de infração e disponibilização do sistema usado para fazer esse gerenciamento. Quando publicado, o edital ficará disponível no site da prefeitura. O novo sistema manterá os preços atuais de estacionamento e deverá trazer mais tecnologia para monitoramento das vagas de estacionamento, conforme o município. Rompimento de contato Desde 16 de setembro, o motorista não paga para estacionar nas vagas da Zona Azul de Florianópolis porque a prefeitura rescindiu o contrato de exploração de estacionamento rotativo com a empresa que era responsável pelo serviço. O município vinha cobrando desde 2017 o repasse de recursos da empresa, previsto em contrato assinado em 2013, e que nunca foi feito. A prefeitura ganhou na justiça o direito de rescisão. Veja mais notícias do estado no G1 SC
Sat, 19 Oct 2019 01:50:40 -0000
Desembargador adia depoimento de Lula em ação sobre caças suecos

O ex-presidente Lula, em São Bernardo do Campo (SP), em 7 de abril de 2018, poucas horas antes de se entregar à Polícia Federal Rovena Rosa/Agência Brasil O desembargador Neviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1), adiou o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na ação que apura se houve irregularidades na aquisição, pelo governo brasileiro, de caças suecos. As aeronaves foram compradas no governo de Dilma Rousseff. O depoimento estava marcado para o próximo dia 22 e foi adiado por mais 30 dias. Guedes ampliou o prazo para a defesa de Lula informar se serão possíveis os depoimentos de testemunhas na França e no Reino Unido. A discussão levantada pelos advogados do ex-presidente diz respeito ao momento em que o interrogatório dos acusados deve acontecer. Isto é, se o depoimento deve ser o último ato processual, após todas as testemunhas já terem sido ouvidas. Para o desembargador, apesar de não terem sido ouvidas todas as testemunhas, já prestaram depoimento quase 100 pessoas (86 no Brasil e 12 na Suécia), número considerado por Neviton Guedes "mais do que suficiente" para se respeitar o contraditório e o direito à ampla defesa. O desembargador, contudo, concedeu mais dias para serem buscadas informações sobre a viabilidade de se ouvir as testemunhas francesas e inglesas. MPF Para o Ministério Público Federal, o andamento do caso não pode depender da conveniência de Estados estrangeiros Segundo os procuradores da Operação Zelotes, depois de um ano de expedição da carta rogatória (pedido para que as testemunhas sejam ouvidas no exterior) àqueles países, a ação deve ter o trâmite retomado, ainda que depois sejam anexados aos autos. "A carta rogatória [para que as testemunhas sejam ouvidas em outros países] não pode se constituir em expediente procrastinatório da defesa", diz o texto do MPF. Segundo os autos, já se passou um ano e oito meses da expedição das cartas, sem resposta. Relembre o caso Em dezembro de 2016, a Justiça Federal do Distrito Federal aceitou a denúncia do Ministério Público e abriu uma ação penal contra Lula, Luis Claudio Lula da Silva e dois empresários por suposto tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Na época, segundo o MPF, as investigações apontavam indícios de envolvimento do ex-presidente e do filho dele em negociações consideradas irregulares, que resultaram na compra de 36 caças do modelo Gripen pelo governo brasileiro. O que diz a defesa de Lula A defesa do ex-presidente e do filho dele sempre argumentou que não houve qualquer atuação no processo de escolha e compra dos caças pelo Brasil. Os advogados também sempre disseram que os dois não solicitaram nem obtiveram qualquer vantagem indevida em decorrência da aquisição.
Sat, 19 Oct 2019 01:48:22 -0000
Ataque a tiros deixa jovem de 18 anos morto e três feridos em Santa Maria

Vítima foi identificada como Deivid da Silva Ribeiro. Conforme delegado de homicídios, a motivação e a identidade dos suspeitos estão sendo investigadas. Ataque foi na rua Ronda Alta, em Santa Maria Reprodução/RBS TV Um ataque a tiros deixou um jovem de 18 anos morto e três pessoas feridas, nesta sexta-feira (18), em Santa Maria, na Região Central de Porto Alegre. A Delegacia de Homicídios da cidade investiga o caso, e segundo o titular Gabriel Zanella, as identidades dos suspeitos e a motivação do ataque ainda são apuradas. "A motivação ainda não está esclarecida. Rixa, desavença, prévia, mas precisamos especificar por meio da investigação subsequente", diz. Os feridos não correm perigo de morte, segundo o delegado. A vítima foi identificada como Deivid da Silva Ribeiro.
Sat, 19 Oct 2019 01:42:11 -0000
Rede Amazônica no AP entrega brinquedos para projeto que leva teatro gratuito para crianças

Com doações arrecadadas em campanha da emissora, Associação Teatro Marco Zero vai abrir brinquedoteca no bairro Perpétuo Socorro, na Zona Leste. Rede Amazônica no Amapá entrega brinquedos para a Associação Grupo Teatral Marco Zero do Equador Fabiana Figueiredo/G1 A Associação Grupo Teatral Marco Zero do Equador, localizada no bairro Perpétuo Socorro, na Zona Leste de Macapá, recebeu, na tarde desta sexta-feira (18), brinquedos arrecadados durante uma campanha da Rede Amazônica no Amapá, pelo Dia das Crianças. A instituição, que oferece aulas gratuitas de teatro para crianças em situação de vulnerabilidade social, também foi a primeira a receber o selo “Bella Causa”, da Fundação Rede Amazônica. Brinquedos foram entregues na sede da Rede Amazônica em Macapá Fabiana Figueiredo/G1 A programação teve a entrega do que foi arrecadado, a apresentação do espetáculo “Açaideia: O Grito da Natureza”, e ainda pocket show da banda Chocolate com Pipoca. Com os brinquedos entregues, a associação anunciou que vai montar uma brinquedoteca para crianças atendidas pelo projeto. A inauguração está prevista para o dia 3 de novembro, na sede da organização social. Assistente administrativa Aline Almeida é mãe de criança atendida pelo projeto Fabiana Figueiredo/G1 Mãe de uma das crianças atendidas no projeto, a assistente administrativa Aline Almeida, de 39 anos, ressaltou a importância do projeto em Macapá. Ele é mãe do João Guilherme, de 12 anos de idade, que se apresentou na peça da programação, e participa das aulas há 2 anos. “O projeto é muito bom para ele, principalmente para o desenvolvimento. Ele era uma criança muito inibida, agora até a fala mudou, conversa melhor. Muitas pessoas não têm condições de comprar brinquedo para os filhos e, com essa distribuição e a brinquedoteca que veio para ficar, vai ser muito bom porque é uma hora que a criança deixa de ficar na rua, aprendendo coisas erradas”, falou. Grupo Teatral Marco Zero recebeu selo 'Bella Causa', da Fundação Rede Amazônica Fabiana Figueiredo/G1 Tina Araújo, atriz e presidente da associação, ressaltou que o projeto foi a realização de um sonho e que tem como propósito ofertar educação e entretenimento para crianças. “Vendo esses brinquedos agora é maravilhoso, porque dia de semana a gente pode abrir para as crianças que vêm fazer teatro e depois brincar, se divertir. A gente precisa muito disso, tem muitas crianças carentes. [...] Esse teatro é um sonho, feito com muito trabalho. Hoje ele está aqui para a população”, comentou. Espetáculo 'Açaideia: O Grito da Natureza' foi apresentado por crianças atendidas pelo projeto Fabiana Figueiredo/G1 O selo da Fundação Rede Amazônica apoia instituições que proporcionam melhor qualidade de vida para as crianças da Amazônia, uma maneira de enfrentar a violência, exploração e abuso sexual contra elas. Coordenadora de Marketing do Grupo Rede Amazônica Amapá, Gisele Mesquita, explicou que o selo entregue é uma maneira de reconhecer esses trabalhos sociais. “Agora no mês das crianças a gente fez essa ação, através da arrecadação de brinquedos, e hoje estamos fazendo a doação. Essa é a primeira associação a receber o selo, porque ela faz ações destinadas à crianças em vulnerabilidade social. Temos outras associações que também vão receber o selo Bella Causa”, concluiu. Banda Chocolate com Pipoca fez pocket show durante a entrega dos brinquedos Fabiana Figueiredo/G1 Crianças atendidas pelo projeto apresentaram a peça 'Açaideia: O Grito da Natureza' Fabiana Figueiredo/G1 Gisele Mesquita (centro), coordenadora de marketing da Rede Amazônica, e Aline Ferreria (à dir.), apresentadora do JAP1, entregaram selo Bella Causa Fabiana Figueiredo/G1 Brinquedos vão fazer parte de brinquedoteca da associação Fabiana Figueiredo/G1 Aline Ferreira, apresentadora do JAP1, participou da programação Fabiana Figueiredo/G1 Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.
Sat, 19 Oct 2019 01:41:12 -0000
Paraná, sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Boa noite! Aqui estão as principais notícias para você terminar o dia bem-informado. A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu à Justiça Federal para não haver mudança no regime de cumprimento de pena do petista. O Ministério Público Federal (MPF) solicitou, em 27 de setembro, a ida do ex-presidente para o semiaberto. A manifestação da defesa foi protocolada às 18h48 desta sexta-feira (18), último dia do prazo. Na petição, há o pedido para que seja cumprida decisão liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) que dá ao ex-presidente o direito de permanecer em sala reservada na Polícia Federal (PF), em Curitiba, até julgamento de pedido de suspeição do ex-juiz Sergio Moro. Agora, caberá à juíza Carolina Lebbos decidir sobre a progressão ou não de regime do ex-presidente. Cristiano Zanin, advogado do ex-presidente Lula, deu entrevista coletiva nesta sexta-feira (18) em Curitiba Jorge Melo/ RPC Curitiba Suspeitos de participar de quadrilha que aplicava golpes se entregam Três homens, suspeitos de participar da quadrilha que aplicava golpes financeiros, em Curitiba, se entregaram à polícia na manhã desta sexta-feira (18). Eles estavam foragidos. A quadrilha foi alvo de uma operação na manhã de quarta-feira (16). Outras seis pessoas já tinham sido foram presas em Curitiba e São José dos Pinhais, na região metropolitana, suspeitas de participar da quadrilha. A suspeita da Polícia Civil é que os golpes ultrapassam R$ 30 milhões. Segundo as investigações, uma empresa oferecia investimentos financeiros aos clientes com promessa de retorno financeiro de 30% em cerca de três meses aos clientes. Policiais civis fazem buscas em Curitiba e Região Metropolitana Polícia Civil/Divulgação Conselho Tutelar: Seis regionais terão novas eleições em 10 de novembro Seis regionais de Curitiba terão novas eleições para o Conselho Tutelar no dia 10 de novembro, de acordo com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comtiba). A decisão foi tomada em uma reunião extraordinária nesta quinta-feira (17), realizada na Fundação de Ação Social (FAS) de Curitiba. Nesta reunião, o conselho validou as votações realizadas no dia 6 de outubro de outras quatro regionais. A eleição do Conselho Tutelar de Curitiba tinha sido cancelada pelo Comtiba por problemas na votação. De acordo com a organização, algumas urnas mostraram fotos e números trocados de candidatos. Novas eleições em seis regionais de Curitiba foram marcadas para o dia 10 de novembro Reprodução/RPC Corpos de jovens que se afogaram em Guaratuba são encontrados Os corpos dos dois jovens que desapareceram depois de se afogar na Praia de Canoas, em Guaratuba, no litoral do Paraná, no domingo (13), foram encontrados pelo Corpo de Bombeiros. Um deles, que tinha 21 anos, foi encontrado na segunda-feira (14) a 500 metros do local do afogamento. O outro corpo, do jovem de 25 anos, foi localizado na manhã desta sexta-feira (18) enroscado em um mangue. O corpo foi identificado pela família durante a tarde. Bombeiros fizeram buscas em Guaratuba, com auxílio de redes Rádio Litorânea/Reprodução Oito pessoas ficam feridas em acidente entre ônibus e caminhões Oito pessoas ficaram feridas em um acidente, na noite desta sexta-feira (18), em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, segundo o Corpo de Bombeiros. O motorista de um caminhão, que estava guinchando outro caminhão, seguia pela Rodovia das Cataratas, no sentido Centro - bairro, quando foi surpreendido por um ônibus que estava esperando para entrar na rodovia em um cruzamento. Nesse momento, o motorista não conseguiu desviar e atingiu o ônibus, de acordo com os bombeiros. Com o impacto, o caminhão que estava sendo guinchado também acabou batendo. Conforme os bombeiros, entre os feridos estão os dois motoristas, a cobradora do ônibus e cinco passageiros. Oito pessoas ficam feridas em acidente entre ônibus e caminhões, diz Corpo de Bombeiros Cassiano Rolim/RPC Curtas e rápidas Quatro suspeitos são presos depois de arrombarem caixa eletrônico Ação de sustentabilidade troca recicláveis por mudas de flores em São José dos Pinhais Filhote de tamanduá-mirim é encontrado em cemitério de Paranavaí Motociclista morre em acidente com carro na BR-277, em Paranaguá PRF apreende 450 mil maços de cigarros escondidos em carregamento de milho, em Marechal Cândido Rondon Prefeitura de Foz do Iguaçu recebe multa de R$ 50 mil por construção sem autorização do IAP Laudo da Criminalística aponta falhas na construção de bloco de centro universitário que desabou Carro invade e destrói parte de muro de escola em Curitiba Homem que trabalhava ilegalmente como médico em Atalaia se apresenta à Polícia Civil Duas pessoas morrem após caminhões baterem de frente, na PR-082 Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Sat, 19 Oct 2019 01:35:50 -0000
Taís Lopes, do Ceará, e Thiago Rogeh, do Tocantins, apresentam o JN neste sábado (19)
Em comemoração aos 50 anos do Jornal Nacional, apresentadores de todos os estados se revezam na bancada do telejornal. Taís Lopes, do Ceará, e Thiago Rogeh, do Tocantins, apresentam o JN neste sábado (19) O Jornal Nacional comemora 50 anos trazendo para bancada todos sotaques do Brasil, a cada sábado, com jornalistas que apresentam telejornais nos 26 estados e no DF. A dupla que vai apresentar o JN neste sábado (19) é formada por Taís Lopes e Thiago Rogeh. Thiago Rogeh vai estar na bancada representando o Tocantins. O Tocantins é o estado mais jovem do Brasil. Foi criado com a Constituição de 1988. Antes, o território fazia parte de Goiás. Quase 1,6 milhão de brasileiros vivem lá. O Jornal Nacional chega até eles pela TV Anhanguera. A agropecuária responde por mais da metade da riqueza produzida no estado. Palmas é a capital com maior ritmo de crescimento populacional do país. Uma cidade planejada, cercada pelo lago que nasceu da construção de uma usina hidrelétrica. Dois biomas se encontram no Tocantins: cerrado e Floresta Amazônica. No estado, fica o Parque Estadual do Jalapão, com suas cachoeiras, rios de água cristalina, fervedouros, piscinas naturais e um deserto no meio do cerrado. Taís Lopes vai estar na bancada representando o Ceará. Terra da luz. Foi assim que a então província do Ceará ficou conhecida, quando aboliu a escravatura, quatro anos antes do restante do país. Os mais de 9 milhões de cearenses veem o Jornal Nacional pela TV Verdes Mares. O Ceará se desenvolveu a partir do interior, com a pecuária e o cultivo de algodão. Quase 90% do território são cobertos pela caatinga. Incentivos públicos atraíram indústrias para o estado, que exporta aço, equipamentos para geração de energia eólica e calçados. Na Região Metropolitana de Fortaleza, fica o Porto do Pecém, um dos maiores do Nordeste. Juazeiro do Norte recebe milhares de romeiros, que homenageiam o Padre Cícero e Nossa Senhora das Dores. O Ceará também é um dos pontos turísticos mais procurados do Brasil. Atrai visitantes para sua costa marcada pelas falésias e dunas de praias como Jericoacoara e Canoa Quebrada.
Sat, 19 Oct 2019 01:33:20 -0000
Duas pessoas morrem após caminhões baterem de frente, na PR-082

Acidente aconteceu na tarde desta sexta-feira (18), entre Cianorte e São Tomé, no noroeste do Paraná. Duas pessoas morrem em grave acidente na PR 082 entre Cianorte e São Tomé Duas pessoas morreram em um acidente na tarde desta sexta-feira (18), na PR-082, entre Cianorte e São Tomé, no noroeste do Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), dois caminhões bateram de frente e os motoristas morreram na hora. A rodovia que é de pista simples e ficou interditada por quase uma hora, segundo a polícia. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML). Duas pessoas morrem após caminhões baterem de frente, na PR-082 Reprodução/RPC Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Sat, 19 Oct 2019 01:25:49 -0000
AGU edita norma para permitir compartilhamento de dados fiscais sigilosos entre órgãos
Conforme texto, órgãos da administração federal poderão compartilhar dados com TCU e CGU. Investigações baseadas em dados compartilhados pelo Coaf sem ordem judicial estão suspensas. A Advocacia Geral da União (AGU) informou nesta sexta-feira (18) ter editado uma norma segundo a qual todos os órgãos da administração pública federal poderão compartilhar "informações protegidas por sigilo fiscal" com o Tribunal de Contas da União (TCU) e com a Controladoria Geral da União (CGU). Segundo a AGU, a norma foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo advogado-geral, André Mendonça, e será publicada no "Diário Oficial da União". Em julho, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, suspendeu todas as investigações baseadas em dados detalhados compartilhados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e pela Receita sem autorização judicial. O julgamento sobre o tema no STF deve acontecer em novembro. Regras para o compartilhamento Conforme a norma da AGU, o pedido das informações poderá ser feito por "autoridade administrativa" quando: "comprovada a instauração regular de processo administrativo, no órgão ou na entidade respectiva"; "com o objetivo de investigar o sujeito passivo a que se refere a informação, por prática de infração administrativa". O texto define ainda que deverão ser editados um decreto e um instrumento jurídico próprio para estabelecer os" limites de uso da informação e as condicionantes necessárias ao resguardo do sigilo". A troca de informações, ainda segundo a norma, poderá acontecer para "auditoria na administração tributária e aduaneira, na gestão fiscal ou nas demonstrações financeiras da União". O texto diz que serão exigidos: "a existência de processo administrativo regularmente instaurado, contendo clara definição do objetivo e do escopo da auditoria"; "que a entrega das informações se dê mediante recibo, que formalize a transferência, facultado, pela própria natureza, o uso de tecnologia que lhe faça as vezes e assegure autenticidade, integridade, registro de acessos e rastreabilidade"; "a existência de manifestação fundamentada, contemporânea ao momento processual, demonstrando a pertinência temática da informação com o objeto da auditoria ou inspeção e a necessidade e indispensabilidade de acesso, vale dizer, com indicação de que o trabalho não pode ser realizado ou que o seu resultado não pode ser alcançado por outro modo, mesmo com a anonimização"; "uso restrito ao fim específico de realização da auditoria, vedada a divulgação ou a utilização para finalidade diversa do respectivo escopo". "A evolução de entendimento ora proposto, quanto à possibilidade de compartilhamento de dados fiscais, sob gestão de órgãos da Administração Tributária, para fins de auditoria ou inspeção, está adstrita ao Tribunal de Contas da União e à Controladoria-Geral da União, em razão da especificidade de suas atribuições, não compreendendo outras instâncias de controle interno ou externo", diz o texto.
Sat, 19 Oct 2019 01:25:11 -0000
Na terra da pecuária, agricultura familiar também é destaque

Com produção sustentável, pequenos produtores de Corumbá e Ladário contribuem para preservação do meio ambiente, assunto será mostrado no +agroMS deste sábado (19). Cleto Kipper produziu reportagem sobre a agricultura familiar Cleto Kipper/TV Morena Corumbá – a 426 quilômetros de Campo Grande, é conhecida como Cidade Branca, o nome faz jus ao solo claro, composto por calcário. Desta terra que por muitos é taxada como improdutiva, que pequenos produtores transforam suas vidas. Eu, os cinegrafistas Fabiano do Valle e Nilmar Augusto ficamos encarregados de mostrar a história e a rotina de uma família que vive da agricultura familiar, mas que não trabalha nas feiras e sim vende para instituições na cidade, através de contratos. Pra isso, fomos conhecer a dona Arlete e seu José Carlos, ela natural de Minas Gerais é separada e ele natural de São Paulo é viúvo. O casal, está junto há 05 anos e mora no Assentamento Tamarineiro Dois Sul em Corumbá. Nossa primeira visita foi numa terça-feira, o sítio fica a 45 minutos da área urbana, o acesso é por estradas vicinais, também chamadas de cabriteiras, na fronteira do Brasil com a Bolívia. A produção do casal chamou muito a atenção, pela estrutura e o capricho, por ali plantam tomate, pimentão, berinjela e claro muitas verduras, tudo isso com muito amor e graças a um poço artesiano que abastece a lavoura e também a casa, privilegio pra poucos assentados. Aquisição feita com muito suor e trabalho. A segunda visita foi mais marcante, acompanhamos a colheita e a lavagem dos hortifrútis, serviço feito aos domingos no fim da tarde e durante à noite, apenas com uma lanterna, tudo isso pra levar produtos frescos pra cidade na segunda-feira cedo. O casal não tem assistência técnica, único auxilio é de outra cidade através do celular, e falta também o título da terra pelo INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, mesmo assim conseguem uma boa rentabilidade. A família tem contratos com a Prefeitura de Corumbá e Exército Brasileiro, através do PAA – Programa de Aquisição de Alimentos e Escolas Estaduais pelo PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar. *Repórter Cleto Kipper junto com os repórteres cinematográfico Fabiano do Valle e Nilmar Augusto fizeram matéria sobre agricultura familiar, que será mostrada no +agroMS, em homenagem ao Dia da Agricultura, que é comemorado em 17 de outubro.
Sat, 19 Oct 2019 01:19:36 -0000
Com desbloqueio do MEC, instituições de SC planejam suspensão de restrições e retomada de atividades
Medidas para contenção de gastos não serão mais aplicadas a partir da próxima semana na UFSC. IFSC quer liberar editais. MEC desbloqueia orçamento contingenciado da Educação; instituições aguardam confirmação Com o desbloqueio total no orçamento das universidade e institutos federais anunciado pelo Ministério da Educação nesta sexta-feira (18), as instituições catarinenses planejam suspender medidas de restrição e retomar atividades que estavam paradas. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi liberado R$ 1,1 bilhão de reais – R$ 771 milhões para universidades e R$ 336 milhões para institutos federais. UFSC A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) informou em nota que todas as medidas de contenção de gastos serão suspensas a partir da próxima semana. A Administração Central da instituição comunicou que foram liberados para a universidade R$ 29.021.965 milhões no final da tarde desta sexta. A UFSC também quer fazer a Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão (Sepex) 2019, que havia sido suspensa. A previsão é que o evento ocorra no início do primeiro semestre de 2020. Porém, na nota, a universidade afirma que ainda aguarda a liberação de emendas parlamentares e verbas de capital. Outra decisão recente relacionada à instituição partiu dos alunos, que decidiram terminar a greve estudantil após 37 dias. IFSC O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) tem 22 unidades no estado e o bloqueio nos recursos feito em abril deste ano trouxe prejuízos. "A gente começou a ter algumas dificuldades de compra de insumos de laboratório e de sala de aula. A assistência estudantil foi prejudicada. A gente está com três chamadas para novos alunos suspensas, chamadas também de edital de eventos científicos, para que os alunos possam participar de editais, também estavam suspensas, a gente liberou uma essa semana. E com esse desbloqueio a gente pretende então liberar essas chamadas", disse a pró-reitora de Administração do IFSC, Aline Heinz Belo. UFFS No Oeste, na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), a expectativa é a mesma. Por lá, tinham sido bloqueados R$ 5,8 milhões. Por nota, a universidade informou que, se for liberado o dinheiro, pretende atender as pendências em insumos para laboratórios e áreas experimentais , em auxélio financeiro, editais vigentes e manutenção nos campi. Bloqueios Desde o início deste ano, o MEC já passou por dois "cortes": R$ 5,8 bilhões em abril e R$ 348,47 milhões em julho. Os bloqueios atingiram as universidades quando o Ministério da Educação reteve 30% dos recursos de custeio das universidades e institutos federais, em abril. Recursos de custeio se referem àquelas despesas correntes, como contas de luz, de água, as bolsas acadêmicas, insumos de pesquisa, compra de equipamentos básicos para laboratórios e pagamento de funcionários terceirizados. Veja mais notícias do estado no G1 SC
Sat, 19 Oct 2019 01:16:33 -0000

This page was created in: 0.01 seconds

Copyright 2019 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info